Nova Itapirema

Notícias
15/03/2019
12/02/2019

Postado dia 01/09/2015

Conforme relato do saudoso Fidelis Silva, antigo morador de Nova Itapirema, tal distrito foi iniciado por um singelo lavrador, de onde a História só lhe guarda o prenome, Estevão, arrendatário da então propriedade da família Lucatto.

Ainda de acordo com nosso cronista, o nome “Itapirema” (do latim, “ita”= pedra, “pires” = fogo) derivaria de uma antiga maldição, originária do povoado que se convencionou chamar de “Itapirema Velha”. Um morador, acusado injustamente de desonrar uma moça, foi alvo da ira da população local, que lhe causou a morte espúria. Porém, antes da execução, apelou a salvação ao sacerdote. Este clamou a população a conceder a misericórdia ao suposto violador, sob pena de ser amaldiçoada com a infertilidade da terra, “que arderia em brasa para sempre, tornando a habitação insuportável”.

Fato ou lenda, o morador foi executado com a pena capital, e, tempos depois, a área de Itapirema Velha tornou-se tão quente que, aliada à epidemia de malária, forçou seu fim. Relata-se que as ruínas do cemitério da antiga vila até hoje têm o chão em brasa, fazendo jus ao nome.